Biotecnologia

Biotecnologia

Outubro 2008 – CiB Portugal

  • O que é a Biotecnologia?

Biotecnologia pode definir-se como a integração das ciências naturais e da engenharia para a utilização de organismos vivos, células, componentes celulares ou metabolitos com o objectivo de produzir, de forma sustentada, bens e serviços úteis ao homem.

O pão, o vinho, a cerveja e o iogurte são exemplos de produtos milenares obtidos através da Biotecnologia, embora só recentemente o homem tenha sido capaz de compreender e de controlar os processo biológicos, mediados por microorganismos, que permitem a sua fabricação. Desde que estes produtos foram pela primeira vez produzidos o homem utiliza estes processos para seu benefício, embora de uma forma empírica até há cerca de um século e meio atrás.

Compreendem-se hoje os processos biológicos subjacentes à obtenção destes produtos, sendo também possível copiá-los ou modificá-los para obter produtos novos ou melhorados. Para além disso, os organismos vivos produzem compostos químicos-chave para as indústrias, tais como: ácidos orgânicos e alcoóis. E ainda enzimas, utilizadas no fabrico de detergentes, papel e produtos farmacêuticos.

A finalidade da Biotecnologia pode também ser vista como a utilização racional do potencial dos mecanismos biológicos para o desenvolvimento da espécie humana. A racionalização da utilização dos processos biológicos implica: a precisão, a previsibilidade dos resultados obtidos e da qualidade dos produtos; a garantia da sua inocuidade (para o homem, para os animais e para ambiente em geral); a redução de custos de produção; e a redução dos impactos ambientais com utilização sustentada dos recursos.

A Biotecnologia pretende ser uma actividade sustentável, porque os componentes vivos dos processos utilizados se podem reproduzir e porque os processos biotecnológicos se desenvolvem à temperatura e a valores de acidez semelhantes aos que existem no ambiente, o que reduz a necessidade de utilização de energias não renováveis para catalizar as reacções químicas que dão origem aos diferentes produtos.

  • Exemplos de Produtos Biotecnológicos

Farmacêutica – antibióticos, insulina, vacinas.

Indústria Alimentar – iogurtes, queijos, leite fermentado, adoçantes, ácidos orgânicos (ácido cítrico, entre outros), bebidas alcoólicas, enzimas para o fabrico de pão.

Têxteis e do Papel – enzimas para branqueamento, produção de tintas e modificação de fibras.

Detergentes – enzimas para remover nódoas

Combustíveis – alcoóis

Plásticos – plásticos biodegradáveis a partir do amido ou bactérias

Biorremediação – limpeza de solos e águas contaminadas

Agricultura – fertilizante, pesticidas, variedades vegetais melhoradas por engenharia genética

 

 

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s