Instituições científicas alemãs opõem-se à proibição de Milho GM

Instituições científicas alemãs opõem-se à proibição de Milho GM

20 Abril 2009 – Agrodigital

Instituições científicas da Alemanha manifestaram a sua oposição à proibição do cultivo de milho geneticamente modificado (GM) por motivos políticos.

Em comunicado, a Associação de Organizações Científicas Alemãs declarou que recusa a decisão da Ministra da Agricultura e Protecção do Consumidor, Ilse Aigner, relativa à proibição do cultivo de milho GM a partir de 14 de Abril de 2009.

A ministra alemã fez notar que a proibição se refere a um caso particular de um milho em concreto e não a engenharia genética de plantas no geral. De qualquer forma só existe um tipo de milho, o MON810, autorizado para cultivo na UE e, portanto, a medida é dirigida para a proibição desse tipo de milho.

Os investigadores alemães expressaram a sua preocupação por esta decisão estar à margem da opinião da EFSA – Autoridade de Segurança Alimentar, o que reforça ainda mais a actual tendência política para abordar as questões dos organismos geneticamente modificados de um ponto de vista irracional, causando danos irreparáveis ao potencial da Alemanha para desenvolver no seu território importantes desenvolvimentos futuros na área da AgroBiotecnologia.

LER MAIS

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s