Plásticos biodegradáveis com origem em batata

icone_BioRemediacao

Plásticos biodegradáveis com origem em batata

11 Maio 2009 – Agrodigital

Uma equipa de investigadores da Universidade de Rostock, Alemanha, está a desenvolver plantas de batata geneticamente modificadas (GM) para serem utilizadas na obtenção de bioplásticos. Dessa forma, as plantas podem actuar como matérias-primas renováveis, podendo vir a substituir subproductos do petróleo na produção de plásticos.

As folhas e o tubérculo da planta da batata GM podem produzir cianoficina, ou seja, uma proteína obtida por cianobactérias e que a utilizam para armazenar azoto. A cianoficina é constituida por poliaspartato, um composto que pode ser utilizado como plástico biodegradável.

Os investigadores transferiram um gene da cianobactérias Thermosynechoccus elongatus para a planta da batata, o que permitiu que a batata produzi-se a enzima cianoficina sintetase. Esta enzima permite que a planta da batata produza a cianoficina.

Caso a produção de cianoficina em plantas tenha sucesso, existem grandes vantagens económicas desse tipo de produção quando comparada com os processos de produção industrial utilizados actualmente.

LER MAIS

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s