Artigo de Opinião – Fertilização in vitro – Da importância do Nobel da Medicina 2010

Artigo de Opinião

[Fertilização in vitro]
Da importância do Nobel da Medicina

7 Outubro 2010 – Duarte Barral – Ciência Hoje

O prémio Nobel da Fisiologia ou Medicina foi este ano atribuído a Robert Edwards que desenvolveu a técnica de fertilização in vitro (FIV) e foi o “pai” do primeiro bebé-proveta, Louise Brown, que nasceu em 1978. Este prémio não parece ter causado tanta sensação na Comunicação Social como em outros anos, provavelmente porque esta técnica é hoje comummente utilizada em todo o mundo e já deu origem ao nascimento de 4 milhões de pessoas! E esta é precisamente a razão que atesta bem a importância da investigação feita por Robert Edwards.

Este foi um prémio de carreira, atribuído a estudos feitos 40 anos antes, como a Assembleia Nobel tantas vezes faz. Robert Edwards teve a visão de que seria possível usar uma técnica de FIV para resolver o problema da infertilidade e trabalhou incansavelmente para atingir esse objectivo. Tal como outras grandes descobertas, esta também esteve próximo de não chegar a bom porto quando as tentativas de fecundar óvulos com êxito se goravam ou quando o financiamento público para a investigação foi cortado. Um dador privado permitiu, no entanto, que o trabalho continuasse e o sucesso fosse alcançado.

LER MAIS

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s