Arroz Dourado contra a cegueira: Finalmente?

Arroz e  Arroz Dourado
Arroz convencional e Arroz Dourado

Arroz Dourado contra a cegueira:
Finalmente?

2 Fevereiro 2013 – The Observer-The Guardian

Em breve o arroz dourado será aprovado para cultivo e consumo nas Filipinas.  O arroz geneticamente modificado para produzir pró-vitamina A, conhecido por “arroz dourado”, terá um forte impacto na redução da cegueira nas crianças dos países em desenvolvimento. Este tipo de arroz transgénico será aprovado para alimentação nas Filipinas e é considerado por muitos como um campo de batalha da agricultura.

Trinta anos depois dos cientistas terem revelado a produção da primeira planta geneticamente modificada, ou transgénica,  podem ser concretizadas as esperanças no potencial deste arroz geneticamente modificado para aliviar problemas globais de malnutrição. O Bangladesh, a Indonésia, a Índia,  entre outros países,   deram indicações de aceitarem o arroz dourado no caso das Filipinas decidirem a sua autorização.

A falta de pró-vitamina A é mortal, afecta o sistema imunitário e provoca a morte de cerca de dois milhões de crianças por ano nos países em desenvolvimento. É também a maior causa de cegueira no mundo sub-desenvolvido. O aumento do teor de pró-vitamina A no arroz é uma forma simples e directa de resolver este problema.

Este tipo de arroz foi desenvolvido em 1999, mas o seu cultivo tem sofrido constantemente com a oposição dos movimentos anti-transgénicos, que recusaram a aceitar que poderia produzir pró-vitamina A em quantidades suficientes e argumentaram sempre que a sua introdução nos países em desenvolvimento tornariam os agricultores dependentes da industria ocidental. Os investigadores desta planta rejeitam estes pontos de vista. Primeiro, porque estudos recentes revelaram que uma quantidade substancial de pró-vitamina A pode ser obtida através da alimentação de apenas 60 gramas de arroz dourado. E segundo, porque o desenvolvimento do arroz dourado foi feito com o apoio de organizações sem fins lucrativos, como a Fundação de Bill e Melinda Gates, e com o objectivo de aliviar um dos maiores problemas de saúde pública dos países em desenvolvimento.

O arroz dourado foi criado por Peter Beyes da Universidade de Freiburg, Alemanha, e por Ingo Potrykus do Institute of Plant Sciences, Suíça, no final dos anos de 1990. Através da introdução de genes no DNA de plantas de arroz, cuja acção promove a produção do pigmento Beta-Caroteno de cor alaranjada ou dourada que é percursos da pró-vitamina A.

Continuar a LER a história do arroz dourado

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s