Transgénicos: “Autorizem o Arroz Dourado Agora!” reclama antigo líder da Greenpeace

GoldenRicePetition

Comunicado

Transgénicos

“Autorizem o Arroz Dourado Agora!”
reclama antigo líder da Greenpeace

3 Outubro 2013

Um dos fundadores da Greenpeace Patrick Moore está a organizar a campanha internacional “Allow Golden Rice Now!” – www.allowgoldenricenow.org – para lutar contra um crime perpetuado pela própria Greenpeace. Aquela organização ambientalista mantém há muitos anos a sua posição anti arroz-dourado com consequências devastadoras para milhões de crianças em todo o mundo em desenvolvimento.
A campanha “Autorizem o arroz dourado Agora!” defende a produção daquele arroz transgénico e foi ontem lançada com Patrick Moore a liderar uma manifestação em frente aos escritórios da Greenpeace divulgando a mensagem: “Crime Contra a Humanidade da Greenpeace – Oito milhões de crianças mortas”.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que, todos os anos, mais de 500 mil crianças ficam cegas devido à falta de pró-vitamina A. Metade dessas crianças morre um ano depois de ficarem cegas. Das 3 mil milhões de pessoas que depende do arroz como alimento principal na sua dieta alimentar, cerca de 250 milhões de crianças têm falta de pró-vitamina A.

O objectivo desta campanha é convencer a Greenpeace de que tem de abrir uma excepção para a sua posição de tolerância zero aos OrganismosGeneticamente Modificados (OGM) no caso do arroz dourado, porque esta é uma causa humanitária.

O arroz convencional não tem beta-caroteno, o nutriente que os seres humanos necessitam para produzir vitamina A. Em 1999, Ingo Potrykus e Peter Beyer, investigadores que estavam cientes desta crise humanitária, inventaram o Arroz Dourado depois de nove anos de esforços. Através da inserção de genes do milho no arroz foram capazes de fazer com que as plantas do arroz produzissem beta-caroteno nas bagas do arroz. É o beta-caroteno que dá a cor dourada ao milho e a cor laranja às cenouras. O Arroz Dourado tem a capacidade de acabar com a cegueira, o sofrimento e a morte causada por falta de pró-vitamina A.

Ao longo dos últimos anos foi comprovado que o Arroz Dourado pode ser produzido com sucesso e segurança. Os ensaios clínicos de nutrição – com animais, seres humanos adultos e crianças com deficiência em pró-vitamina – provaram que o Arroz Dourado pode facilitar a produção de vitamina A e acabar com este problema devastador.

Mesmo assim, a Greenpeace continua a apoiar a destruição violenta dos campos de ensaio e a fingir que não existem estudos científicos de revisão por pares que provam que o Arroz Dourado é eficiente e seguro.

Recentemente cerca de 6000 mil cientistas de todo o mundo assinaram uma petição mostrando a sua indignação contra a destruição de campos de ensaio nas Filipinas que ocorreram recentemente – http://chn.ge/1bpsp7f

A campanha “Autorizem o arroz dourado!” exige que a Greenpeace pare de apoiar estas actividades, que pare de financiar projectos anti-Arroz-Dourado e declare que não se opõem ao Arroz Dourado.
Patrick Moore acredita que as acções continuadas para bloquear o Arroz Dourado constituem um crime contra a humanidade, tal como definido pelas Nações Unidas.

O Instituto Internacional de Investigação do Arroz (IRRI), nas Filipinas, está a coordenar a investigação e o desenvolvimento em Arroz Dourado. O IRRI é apoiado pela The Rockefeller Foundation, The Bill and Melinda Gates Foundation, Helen Keller International, USAID e muitas instituições de investigação agrária em todo o mundo. O Arroz Dourado é controlado por organizações sem fins lucrativos e os agricultores não dependem de nenhum fornecedor em particular.

A Campanha “Allow Golden Rice Now!” irá protestar nos escritórios da Greenpeace em todo o mundo, declarou Moore. “Oito milhões de crianças morreram desnecessariamente desde que o Arroz Dourado foi inventado. Quantos mais milhões pode a Greenpeace carregar na sua própria consciência?”.

MAIS INFORMAÇÕES

– Campanha “Allow Golden Rice Now!
• Página para os Media e Fotogragrafias
• Artigo de Patrick Moore – “Has Greenpeace lost its moral compass?

Petição de cientistas contra destruição de campos de ensaio

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s