Oferta de Trabalho no CiB | Comunicação de Biotecnologia

41445123_10212013572404443_202845653213118464_n

OFERTA DE TRABALHO
COMUNICAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA

O CiB – Centro de Informação de Biotecnologia – pretende selecionar um(a)  colaborador(a) para desempenho de funções de divulgação científica e gestão de projetos e de eventos em comunicação na área da Biotecnologia.

 

RESPONSABILIDADES E TAREFAS

-> Gestão de comunicação interna, com membros da direção e associados, e externa, com parceiros nacionais e internacionais (entidades privadas e públicas, investigadores científicos, decisores políticos, entre outros públicos específicos). Neste contexto são realizáveis as seguintes tarefas:

. Monitorização e gestão de informação para comunicação e divulgação de Biotecnologia (interpretação e seleção de conteúdos, com apoio de investigadores, tais como artigos e relatórios científicos, clipping noticioso e fontes de divulgação científica);

. Redação de conteúdos para distribuição interna (em Português e em Inglês);

. Redação / Tradução de conteúdos para distribuição externa (em Português) através de mailing e para websites, blogs e redes sociais;

. Gestão de base de dados de contactos;

. Utilização de ferramentas de distribuição de informação/mailing;

. Produção e tratamento básico de imagens para web;

. Gestão de projetos com designers, webdesigners e ilustradores.

-> Organização e gestão de eventos (reuniões, seminários, workshops, conferências, entre outros), incluindo: gestão de contactos com parceiros coorganizadores, contactos com fornecedores e orçamentação de serviços e materiais necessários, organização de transporte e estadia de convidados e acolhimento dos participantes durante os eventos.

-> Apoio administrativo à direção, realização de relatórios de atividades e gestão de tesouraria.

 

REQUISITOS

. Licenciatura (pré-Bolonha) e/ou Mestrado em áreas de Biologia, Biotecnologia, Agronomia ou Comunicação de Ciência, com especialização em Comunicação ou Gestão da comunicação, Relações Públicas ou similares.

. 3 anos de experiência comprovada em gestão de projetos de Comunicação de Ciência.

. Domínio Excelente de Inglês e de Português. Valorizados conhecimentos de Espanhol e/ou de Francês.

. Excelente capacidade de comunicação oral e escrita.

. Excelentes capacidades de organização, de responsabilização, de autonomia, de polivalência e de relação interpessoal.

. Experiência em gestão de websites/blogs em sistema WordPress. Valorizados conhecimentos básicos de html, Search Engine Optimization (SEO) e Google Analytics.

. Experiência na gestão de redes sociais (Facebook e Twitter). Valorizada experiência em Linkedin, Instagram e YouTube.

. Experiência de ferramentas de gestão de mailing (por exemplo, MailChimp);

. Experiência de utilização de ferramentas tais, como: MS-Office ou similares e browsers (Chrome, Firefox, Opera, etc.);

. Valorizada experiência de tratamento e produção básica de imagem (Paint.net, Canvas, etc.), com ferramentas profissionais (Photoshop, Illustrator e Indesign) e produção básica de fotografia e vídeo;

. Duas referências (indicar contactos).

 

CONDIÇÕES DE COLABORAÇÃO

-> Contracto a termo certo com seguro de trabalho incluído (6 meses ou 1 ano) renovável.

. Vencimento mensal dependente de características do(a) candidato(a).

. Horário: 35 horas semanais, flexíveis.

. Local de trabalho: Oeiras.

. Disponibilidade para deslocações pontuais em Portugal e no estrangeiro.

. Carta de condução obrigatória. Valorizada a disponibilidade para uso de viatura própria para deslocações pontuais (despesas de deslocação suportadas pelo CiB).

 

CANDIDATURA

Os(as) interessados(as) deverão enviar currículo e carta de motivação em Inglês (formato PDF) à Direção do CiB – Centro de Informação de Biotecnologia, ao cuidado do Professor Doutor Pedro Fevereiro (psalema@itqb.unl.pt). No assunto do e-mail incluir o texto: Candidatura CiB. Na carta de motivação deve ser feita referência a cada requisito acima referido.

A data limite para envio é 20 de Setembro de 2018.

 

SOBRE O CENTRO DE INFORMAÇÃO DE BIOTECNOLOGIA

O CiB – Centro de Informação de Biotecnologia – http://www.cibpt.org – é uma associação privada sem fins lucrativos fundada em 2002. O seu principal objectivo é divulgar e explicar a Biotecnologia a vários públicos em Portugal.

 

Anúncios

Vídeo TEDx | Transgénicos: Heróis ou Vilões

TEDx-Video-Transgenicos-Herois-Viloes

Vídeo TEDx
Transgénicos: Heróis ou Vilões

Podem pensar que a comida é natural, não? Mas a verdade é que um tomate cherry tem mais tecnologia do que um iPhone.

A comunicação TEDx de José Miguel Mulet, em Espanhol, leva o público a descobrir outra perspectiva sobre os organismos geneticamente modificados (OGM) produzidos para a agricultura e alimentação, que tanta controvérsia geram na actualidade. Discute o conceito de alimentos “naturais” e conta a história muito antiga do melhoramento genético de plantas para produção de alimentos presentes nas nossas refeições, dando o exemplo do desenvolvimento da cenoura, do tomate, das batatas, entre outros.

Na sua apresentação refere também produtos geneticamente modificados do nosso dia-a-dia, tais como: notas de euro, roupa, cotonetes, comprimidos, insulina, detergentes de roupa (produzidos com enzimas com origem na engenharia genética). Desmonta abordagens que disseminam desinformação passada pelos movimentos anti-OGM.

O divulgador de ciência explica que a tecnologia dos Organismos Geneticamente Modificados não é a tecnologia mais recente, mas a penúltima. Para descobrir qual é e em que consiste visualize o vídeo. No final, termina, declarando que está muito tranquilo e que come sem medo.

José Miguel Mulet é Investigador e Professor da Universidade Politécnica de Valência (Espanha), na área de química, biologia molecular e biotecnologia. A sua investigação dedica-se ao desenvolvimento de plantas resistentes à seca. É divulgador de ciência em áreas como biotecnologia e alimentação, tendo publicado vários livros como “Transgénicos sin Miedo”, “Comer sin Miedo”, entre outros.

MAIS INFORMAÇÃO

 

GMOinfo.eu | Novo website pan-europeu sobre OGM na Agricultura

gmoinfoeuportugal

GMOinfo.eu
Novo website pan-europeu sobre OGM na Agricultura
em 10 línguas

Março de 2018 – Europabio

O tema dos Organismos Geneticamente Modificados (conhecidos por OGM)  continua a sofrer de desinformação na Internet, dada a constante dissiminação de notícias incorrectas ou falsas que espalham medos e reacções negativas sobre a sua utilização, principalmente quando  é abordado no contexto de produção Agrícola e Alimentar.

O website GMOinfo.eu foi lançado pela Europabio – Associação Europeia das Bioindústrias para divulgar informação credível, baseada em factos científicos, em colaboração com 11 países. O GMOinfo.eu está disponível em 10 línguas, incluindo o Português em GMOinfo.eu.pt. O projecto inclui ainda a divulgação através do Twitter. A versão Portuguesa é @GMOinfoEU_pt.

O website inclui quatro secções principais  – Comércio e Aprovações; Cultivo e Benefícios, Inovação e Propriedade Intelectual; e Ciência e Segurança – e ainda uma secção de notícias. Na secção “Ciência e Segurança” pode ler-se no texto de introdução:

A Biotecnologia Agrícola (ou Agrobiotecnologia) permite aos melhoradores de variedades vegetais introduzir genes, com origem da mesma espécie ou de diferentes espécies, numa planta e/ou editar genes existentes. O objectivo é melhorar essas variedades e promover características específicas nas culturas. Este processo permite aos agricultores contribuírem para a produção de alimentos, têxteis e combustíveis de forma mais eficiente e sustentável e ir de encontro às necessidades dos consumidores.

O melhoramento de culturas através da Biotecnologia permite tornar as culturas mais robustas contra doenças, resistência a determinadas pragas e herbicidas, a tolerarem condições de seca ou a tornarem-se mais nutritivas. Tem também a vantagem de usar técnicas mais específicas e rápidas do que as utilizadas no melhoramento convencional de variedades vegetais, porque apenas um ou alguns genes de interesse são introduzidos no genoma receptor, ultrapassando a necessidade de cruzar plantas múltiplas vezes, tal como é necessário no melhoramento tradicional.

Sendo apenas uma das ferramentas entre todas as que existem à disposição dos agricultores no contexto da agricultura moderna, o uso de Organismos Geneticamente Modificados (OGM) e de outras técnicas da Agrobiotecnologia tem um vasto potencial para enfrentar muitos desafios ambientais e sociais.

A Autoridade Europeia de Segurança Alimentar (EFSA, sigla em Inglês) e a Comissão Europeia, conjuntamente com reguladores em todo o mundo e Academias de Ciência, incluindo o Conselho Consultivo das Academias Europeias de Ciências (EASAC, sigla em Inglês), concordam que as culturas geneticamente modificadas (conhecidas também por culturas GM ou transgénicas) são tão seguras como as culturas convencionais. Desde o início da sua comercialização, em 1996, não houve evidências de efeitos nocivos para a saúde de animais e pessoas ligados ao consumo de quaisquer culturas GM autorizadas.

Mais informação

  • Grandes destaques da página principal do GMOinfo.eu (em 20 de Março de 2018):
. Artigo Científico – Dados de 40 anos quantificam beneficios de milho GM em culturas biológicas e convencionais
. Artigo Cientifico – Milho Transgénico: 21 anos de dados confirmam segurança e benefícios para saúde e ambiente
. Guia Prático: Culturas GM e Políticas na UE
. Vídeo – O melhoramento genético de plantas no nosso dia-a-dia

gmoinfoeuportugal_evidencias

 

CONVITE | Exposição – PlantLab Sketching | 8-30 Nov, Lisboa

Expo-PlantLabSketching-Facebook

Exposição

PlantLab Sketching
Urban Sketching no ITQB NOVA

8 a 30 de Novembro de 2017, Bar Irreal, Lisboa

Convidamos todos os interessados a visitar a exposição PlantLab Sketching – Urban Sketching no ITQB NOVA na qual estarão expostos desenhos que resultaram de actividades de urban sketching no Dia Aberto 2017 do Instituto de Tecnologia Química e Biológica António Xavier (ITQB NOVA). A exposição estará patente no bar Irreal, em Lisboa de 8 a 30 de Novembro de 2017, a partir das 21h (de terça a domingo).

A inauguração da exposição PlantLab Sketching irá realizar-se, no dia 8 de Novembro, às 19h30, no contexto do 22º PubhD Lisboa, no qual alunos de doutoramento irão explicar brevemente o seu projecto de investigação (em BioEngenharia e Ciências de Comunicação), de forma clara para públicos não especialistas.

Os autores que participam nesta exposição desenharam ao vivo durante visitas guiadas a laboratórios de Biotecnologia de Plantas e noutras actividades do evento que celebrou a investigação que se faz no ITQB NOVA, o Dia Mundial da Metrologia e o Dia Internacional do Fascínio das Plantas. Mais informações em: http://rabiscos.itqb.unl.pt  
A finissage da exposição, no dia 30 de Novembro, a partir das 19h30, incluirá uma breve apresentação sobre a investigação que se faz no Laboratório de Biotecnologia de Células Vegetais e que foi abordada numa das visitas desenhadas no Dia Aberto 2017 do ITQB NOVA. Desenhadores e fotógrafos amadores irão reunir-se para fazer a reportagem do evento, num encontro organizado pelo grupo Foto&Sketchers 2 Linhas (quem quiser participar mesmo não tendo experiência em desenho e fotografia deve inscrever-se para fotosketchers2linhas@gmail.com).

 

Visite-nos!

____

LOCALIZAÇÃO DO IRREAL
Rua do Poço dos Negros, nº 59, Santos-Lisboa | Indicações no Google Maps

ORGANIZAÇÃO
ITQB NOVA 
– Instituto de Tecnologia Química e Biológica António Xavier da Universidade NOVA de Lisboa
CiB – Centro de Informação de Biotecnologia

APOIOS
FS 2´´ – Foto&Sketchers 2 Linhas

ACOLHIMENTO
PubhD Lisboa – Três doutoramentos num bar
Irreal

Já abriu! Exposição | Ciência e Melhoramento de Plantas em Rabiscos

Expo-Rabiscos (1)

Exposição 
Ciência em Rabiscos
Urban Sketching no ITQB NOVA

 27 de Setembro a 17 de Outubro 2017, Oeiras

No contexto da Semana Europeia da Biotecnologia (BiotechWeek) e de actividades de desenho realizadas no Dia Aberto do Instituto de Tecnologia Química e Biológica António Xavier (ITQB NOVA) para celebrar o Dia Internacional do Fascínio das Plantas e do Dia Mundial da Metrologia, o CiB – Centro de Informação de Biotecnologia co-organizou a Exposição “Ciência em Rabiscos: Urban Sketching no ITQB NOVA”.

No dia 27 de Maio de 2017, vinte pessoas desenharam e escreveram em cadernos sobre visitas guiadas relacionadas com biotecnologia de plantas e o melhoramento genético de variedades com utilidade na agricultura e em actividades sobre como medir o mundo. Estas actividades estão incluídas no projecto “Rabiscos no ITQB” que se realiza desde 2015.

Os desenhos concretizados irão ser expostos à comunidade científica do ITQB NOVA, à comunidade de urban sketchers Portugueses, a escolas e a todos os interessados. A exposição é aberta ao público com entrada livre e pode ser visitada junto ao bar do ITQB NOVA, em Oeiras, até 17 de Outubro de 2017.

Os desenhos realizados desde 2015 estão disponíveis em exposição online AQUI.

Agrademos a todos os autores terem disponibilizado os seus trabalhos.

COMO CHEGAR?
Informações sobre como chegar de veículo próprio e de transportes (a 10 minutos a pé da estação de comboio de Oeiras)

ORGANIZAÇÃO
ITQB NOVA – Instituto de Tecnologia Química e Biológica António Xavier da Universidade NOVA de Lisboa

APOIOS
CiB – Centro de Informação de Biotecnologia
FS 2´´ – Foto&Sketchers 2 Linhas

Exposição | Ciência em Rabiscos: Urban Sketching no ITQB NOVA

rabiscos_logo_banner_web2017

Exposição
Ciência em Rabiscos
Urban Sketching no ITQB NOVA

27 Setembro a 17 Outubro 2017, Oeiras

No dia 27 de Maio de 2017, vinte pessoas desenharam e escreveram em cadernos sobre visitas guiadas relacionadas com biotecnologia de plantas e em actividades sobre como medir o mundo. O projecto “Rabiscos no ITQB” foi incluído no Dia Aberto 2017 do Instituto de Tecnologia Química e Biológica António Xavier (ITQB NOVA) que celebrou o Dia Internacional do Fascínio das Plantas e o Dia Mundial da Metrologia.

Os desenhos concretizados irão ser expostos à comunidade científica do ITQB NOVA, à comunidade de urban sketchers Portugueses, a escolas e a todos os interessados. A exposição “Ciência em Rabiscos: Urban Sketching no ITQB NOVA” estará patente junto ao bar do instituto, a partir de 27 de Setembro e até 17 de Outubro de 2017.

Visite-nos!

____

COMO CHEGAR AO ITQB NOVA?
Informações sobre como chegar de veículo próprio e de transportes (a 10 minutos a pé da estação de comboio de Oeiras):

ORGANIZAÇÃO
ITQB NOVA 
– Instituto de Tecnologia Química e Biológica António Xavier da Universidade NOVA de Lisboa

APOIOS
CiB – Centro de Informação de Biotecnologia
FS 2´´ – Foto&Sketchers 2 Linhas

 

 

Vídeo | Biólogo explica CRISPR a pessoas com 5 níveis diferentes de conhecimento

Biologist explains CRISPR - 5 people

VÍDEO
Biólogo explica CRISPR a pessoas
com 5 níveis diferentes de conhecimento

O Biólogo Neville Sanjana conversa com cinco pessoas com níveis de conhecimento diferente (desde criança com 7 anos a especialista) sobre a técnica de edição de genoma CRISPR.

Neville Sanjana é investigador da Universidade de Nova Iorque e do Centro de Genoma de Nova Iorque.

A Wired divulga informação sobre tecnologia e inovação e de que forma influenciam o dia-a-dia da vida das pessoas, desde a cultura, os negócios, a ciência, a industria e o design.

 

VIDEO | CRISPR – O que precisamos de saber

ellen-jorgensen-what-you-need-to-know-about-crispr-ted-talk-ted-com

VIDEO TED
CRISPR – O que precisamos de saber

 

É possível criar um mamute da pré-história? Ou editar o genoma de um bebé? Ou fazer desaparecer um espécie do planeta que é considerada prejudicial?

Ellen Jorgensen, investigadora, desmonta mitos e explica a realidade sobre a mais conhecida técnica de melhoramento genético da actualidade, a CRISPR.

Para que serve? Como funciona? Porquê é controversa? Quais as implicações da sua utilização?

Visione o vídeo com legendas em Português.

23 Set | Café de Ciência “GENES NO PRATO”, CCVAlviela

CAFÉ CIÊNCIA GENES NO PRATO

23 de setembro 2016 | 21h

2016_cafe_ciencia_genes_final-02

No dia 23 de setembro de 2016, pelas 21h00, há Café Ciência no Centro Ciência Viva do Alviela e a genética dos alimentos vai dar o mote à conversa – Genes no Prato. O crescimento da população mundial, o aparecimento de novas pragas e doenças, as mudanças climáticas tornam a modificação genética dos alimentos num desafio para a biotecnologia. Já ouviu falar em organismos geneticamente modificados (OGM), transgénicos e em melhoramento genético convencional?

Venha tomar café com Pedro Fevereiro, da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e do Centro de Informação de Biotecnologia (CiB), e Ana Sofia Almeida, do Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária e converse sobre os avanços da biotecnologia. Conhece o melhoramento genético que está a ser feito no arroz produzido no Ribatejo?

Sirva-se de ciência e descubra Genes no Prato. Participe.

As inscrições são gratuitas, obrigatórias e poderão ser efetuadas através do 249 881 805 ou info@alviela.cienciaviva.pt
Mais info: www.alviela.cienciaviva.pt

Livro gratuito – A Revolução dos OGM

The GMO revolution ebook

Livro gratuito
“The GMO Revolution”

O livro “The GMO Revolution”, dos autores Wim Grunewald e Jo Bury e publicado no final de 2015, ficou disponível online para download gratuito.

As culturas Geneticamente Modificadas  (GM) simbolizam uma evolução importante no melhoramento vegetal. Uma evolução baseada na moderna biotecnologia de plantas, uma nova disciplina científica, originária na Universidade de Ghent, Bélgica, que se dedica ao conhecimento científico sobre a base genética das características das plantas. Esse conhecimento constitui a base de uma série de estratégias de melhoramento de culturas.

“As culturas GM vão banir a fome no mundo?
– Não.

As culturas GM são a única solução adequada?
– Definitivamente não.

As culturas GM têm algo para oferecer?
– O livro é sobre isto mesmo.

Se um tomate é susceptível a determinados fungos aos quais um pimento é resistente, a única forma de um agricultor poder proteger as suas plantas de tomate é aspergir fungicidas. Mas através da tecnologia da engenharia genética (vulgarmente conhecida por tecnologia dos OGM – Organismos Geneticamente Modificados) a resistência do pimento aos fungos pode ser transferida para o tomate sem alterar outras características da cultivar do tomate.

Resultado? A planta do tomate é capaz de se auto-proteger e deixa de ser necessário aplicar o fungicida nas plantas, deixando de ser necessário.

O livro “The GMO Revolution” (A revolução dos OGM – Organismos Geneticamente Modificados) apresenta uma visão equilibrada, baseada em evidências científicas, sobre a forma como as culturas GM podem ser úteis para solucionar desafios e futuras que a agricultura enfrenta nos dias de hoje. Algumas das plantas melhoradas através das tecnologias de engenharia genética de plantas encontram-se batatas melhoradas para se auto-proteger do ataque de fitóftora (fungo) , árvores que podem ser usadas para produção de biocombustíveis, arroz que contém maior conteúdo de vitaminas, trigo adequado para pessoas com intolerância ao glúten, entre outras.

Mais informações sobre o livro e os autores

O livro está em formato epub. Para ser lido em PCs ou em tablets pode usar-se o programa gratuito Calibre.